Busca

Notícias

conteúdo principal

Sectet entrega certificados de cursos de qualificação profissional realizados por meio do TerPaz

28/01/2020

Vestida a caráter, Polliane Machado dos Santos expressou a satisfação em ter feito o curso de Garçom/Garçonete, ofertado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), por meio do Programa Territórios Pela Paz (TerPaz), do governo do estado. “Vim a caráter para demonstrar que o curso abriu oportunidade de trabalhar. Por essa oportunidade eu agradeço a todos os envolvidos em nome da nossa turma”, disse Polliane, que fez o curso no bairro da Terra Firme, em Belém.

O discurso rápido e emocionado foi feito durante a cerimônia de entrega dos certificados, realizada nesta terça-feira (28), no Teatro Waldemar Henrique, onde estavam reunidos todos os que fizeram os curso de Formação Inicial e Continuada para Jovens e Adultos nos territórios atendidos pelo TerPaz em 2019.

O titular da Sectet, Carlos Maneschy, destacou o protagonismo das pessoas, a maioria jovens, que estavam recebendo a certificação. “Vocês são as estrelas dessa manhã. Tenho a certeza de que essa será a primeira etapa de uma vida de sonhos realizados. Desejo sucesso a todos vocês”, disse ao incentivar que todos deem continuidade à formação, à qualificação profissional.

Oportunidade para todos - O secretário ressaltou a capacidade visionária do governador Helder Barbalho ao idealizar e implementar o TerPaz, com ações integradas dos órgãos de segurança pública e demais instituições do governo. Carlos Maneschy ressaltou que as ações de segurança “são o primeiro passo para a redução dos índices de violência urbana, como os dados têm demonstrado. O segundo passo, estratégico e decisivo para manter um ambiente de paz, é dar oportunidade para todos”, enfatizou referindo-se à oferta de cursos de qualificação profissional e outras ações sociais levadas aos sete bairros atendidos pelo TerPaz.

Os cursos realizados pela Sectet são ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A gerente do Centro de Educação Profissional do Senac em Belém, Brenda Fortes, agradeceu a parceria que possibilita ter mais profissionais habilitados ao mercado de trabalho. “Além do perfil técnico, trabalhamos o aspecto humano e crítico para que possam influenciar positivamente o mercado”, destacou.

Compromisso – A coordenadora do TerPaz na Cabanagem, em Belém, Marisa Lima, falou em nome das demais coordenadoras dos territórios. Ela agradeceu o compromisso da Sectet em promover a qualificação profissional por meio do Programa. “É a garantia do direito de inserção no mercado de trabalho. Éramos abandonados e agora temos a presença do estado”, declarou.

A secretária adjunta da Sectet, Edilza Fontes, ressaltou que não se pode resolver os problemas sociais sem dar oportunidade para que as pessoas possam garantir a sua própria sobrevivência e de suas famílias. “A construção da paz é uma ação conjunta de toda a sociedade, que precisa estar motivada. O TerPaz traz essa motivação e juntos, governo, diretores de escolas, lideranças comunitárias e moradores, vamos trabalhar para tornar realidade o sonho de uma sociedade mais justa e igualitária”.

Inclusão – Stephanye Brito Ricardo, deficiente auditiva, foi a representante da turma do curso de Design de Sobrancelhas e Embelezamento de Cílios, realizado no bairro do Benguí, em Belém. Ela foi ao palco acompanhada da tia dela, Keiciany Ricardo Moreira, que fez a tradução da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). Stephanye falou da alegria em ser aceita no curso e poder ter uma qualificação profissional. Ela agradeceu a oportunidade.

Keiciany relatou a dificuldade em encontrar cursos para a sobrinha, pois não há tradutor de Libras e não a aceitavam na sala de aula para fazer a tradução. “Quando fomos tentar a inscrição no curso, eu fui aceita na turma para fazer a tradução das aulas para a Stephanye. Agradecemos muito a oportunidade”.

Em nome da turma de “Atendente de Farmácia”, em Marituba, Jamile Travassos, destacou que o curso “resgatou sonhos e principalmente valores. Esperamos que a cada dia os índices de violência caiam e as oportunidades para a população cresçam”.

Receberam os certificados cerca de 250 pessoas que participaram de dez cursos realizados nos sete bairros atendidos pelo TerPaz: Bengui, Cabanagem, Guamá, Jurunas e Terra Firme, em Belém; Icuí, em Ananindeua; e Nova União, em Marituba.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)