Busca

Notícias

Início » Notícias » Secretário do Ministério da Ciência e Tecnologia visita o PCT Guamá em Belém
conteúdo principal

Secretário do Ministério da Ciência e Tecnologia visita o PCT Guamá em Belém

07/06/2018

O secretário Nacional de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Álvaro Prata, visitou o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá nesta quarta-feira (6). Durante o encontro, Álvaro Prata passou pelo Laboratório de Engenharia Biológica (Engebio), pelo Centro de Valorização de Compostos Bioativos da Amazônia e pelo Laboratório de Óleos da Amazônia e conheceu as atividades propostas e realizadas por essas unidades de pesquisa.

No auditório do Espaço Inovação, o secretário ministrou a palestra “Possibilidades de Apoio do MCTIC às Instituições de Educação Superior e de Pesquisa no Estado do Pará”, na qual destacou a importância da relação entre educação, inovação e ciência.

“Não podemos nunca descuidar da importância do investimento na educação, pois isso sempre gera grandes frutos. É preciso avançar constantemente na produção do conhecimento com inovação e oferecer condições para que a sociedade evolua. Não há ciência sem educação e não há tecnologia sem ciência, bem como não existe inovação sem tecnologia. Essa relação é uma cadeia, um processo constante”, destacou Prata.

Durante a manhã, no Espaço Empreendedor do PCT Guamá, Álvaro Prata teve reunião técnica com a equipe da BioTec Amazônia e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet). Na ocasião, o titular do órgão, Alex Fiúza de Mello, fez a apresentação do trabalho que o Governo do Pará vem desenvolvendo na área de ciência, tecnologia, inovação e qualificação profissional no estado, no sentido de criar bases legais e estruturais para a consolidação das políticas públicas paraenses na área.

O secretário enfatizou a importância de saber usar os aparatos científicos e tecnológicos, no intuito de potencializar as cadeias produtivas paraenses, enfatizando o uso sustentável dos recursos naturais. “Na Amazônia, o uso da biodiversidade tem uma perspectiva estratégica, temos que ter total atenção com o uso inteligente, gerando uma economia sustentável”, explicou.

Durante a reunião, o consultor da BioTec Amazônia, Israel Ferfeman, apresentou o planejamento estratégico da organização social, suas estratégias, desafios e perspectivas. A BioTec-Amazônia foi selecionada, no final de 2017, por meio de edital de chamamento público, para gerir o programa paraense de incentivo ao uso sustentável da biodiversidade amazônica, o BioPará.

Considera-se “gestão do BioPará” um sistema inteligente de governança, voltado ao estímulo e apoio ao planejamento e desenvolvimento de uma economia dinâmica, fundada no uso sustentável da biodiversidade, com a devida e adequada base científica e tecnológica.

Estiveram presentes na reunião: Seixas Lourenço (diretor presidente), Sibele Caetano (diretora Administrativo-Financeira), Manoel Tourinho (assessor técnico), Luiz Antônio Barreto de Castro (consultor), Israel Ferfeman (consultor), Hélio Gomes (Inteligência Competitiva) e Sérgio Alves (assessor técnico) pela BioTec. Além de Alex Fiúza de Mello (secretário de Estado), Maria Amélia Enriquez (secretária adjunta), Marco Antonio Silva Lima (diretor de Ciência e Tecnologia) e Luiz Carlos Macedo Blasques (diretor de Educação Profissional e Tecnológica) pela Sectet.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet) com informações da Ascom/PCT Guamá