Busca

Notícias

conteúdo principal

Marajó

16/04/2021

Biotec-Amazônia é membro efetivo do Programa Abrace o Marajó

A Associação passa a fazer parte do Comitê Executivo, que é composto de representantes do Governo do Estado e Governos Federal e Municipal e do Terceiro Setor.

A BioTec-Amazônia foi eleita como a representante do Terceiro Setor no Programa Abrace o Marajó. A indicação da BioTec-Amazônia à posição de representante do Terceiro Setor do Grupo Executivo do Programa Abrace o Marajó, com direito a voto, foi aprovada na 2ª Reunião Ordinária (4ª RGEX), realizada em Brasília, no dia 5 de abril de 2021, do Grupo Executivo (GEX/Marajó).

A BioTec-Amazônia passa a fazer parte do Comitê Executivo que é composto de representantes do Governo do Estado, Governos Federal e Municipal e do Terceiro Setor, e contou com os votos do representante do Governo do Estado e representantes federais, da FIEPA e FAEPA. A escolha mostra o reconhecimento ao trabalho da BioTec-Amazônia. O resultado final da indicação foi comunicada à Associação BioTec-Amazônia por Henrique Villa, Assessor Especial do Programa Abrace o Marajó, projeto vinculado ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

Representantes do Ministério (MMFDH) estiveram, em Belém nos dias 26 e 27 de novembro de 2020 para apresentar o Plano de Ação do Programa Abrace o Marajó 2020-2023 e para conhecer as ações já realizadas pela BioTec-Amazônia. Um dos objetivos da BioTec-Amazônia é apoiar a criação e a consolidação de ambientes de inovação nas regiões de integração do Estado. Na oportunidade, a comitiva pôde conhecer ações concretas da BioTec-Amazônia, como a implantação do Centro de Desenvolvimento Regional/ Pará, o primeiro criado na Amazônia.

O Plano de Ação Abrace o Marajó reúne um conjunto de compromissos concretos voltados para a geração de empregos e a promoção da melhoria da dignidade, da educação e da saúde da população da região. A comitiva participou de diversas agendas em Belém, dentre elas uma visita à Organização Social BioTec-Amazônia, instalada no Espaço Empreendedor do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, onde se realizou uma importante reunião.

Abrace o Marajó – Criado pelo Governo Federal em março de 2020, o programa busca o desenvolvimento socioeconômico dos 16 municípios que compõem o arquipélago do Marajó (PA). As ações são uma resposta estratégica para a recuperação da dignidade humana da população marajoara. O Marajó possui cerca de 550 mil habitantes. É o maior arquipélago flúvio-marítimo do planeta. Formado por cerca de 2.500 ilhas e ilhotas, tem enorme potencial de desenvolvimento e crescimento, mas, convive historicamente com uma realidade de pobreza e exclusão, refletida nos indicadores do IDHM citados anteriormente.

OS – No mês de novembro de 2020, a Organização Social BioTec-Amazônia teve o contrato de gestão renovado pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (SECTET). O contrato de gestão com a Associação BioTec-Amazônia, selecionada, por meio do edital de chamamento público em 2017, é a consolidação de um modelo de desenvolvimento sustentável, ancorado pelo conhecimento, pela produção e por novas formas de gestão e governança.

A Organização Social BioTec-Amazônia, criada em 4 de outubro de 2016, é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos e de interesse coletivo, destinada a promover o uso sustentável da biodiversidade amazônica. Após chamamento público n° 004/2017 da SECTET, a organização social foi qualificada no dia 21 de setembro de 2017, com publicação do Decreto n° 1849, de 19 de setembro de 2017, no Diário Oficial do Estado do Pará, pelo Governador do Estado. O decreto publicado qualifica a BioTec-Amazônia como organização social para atuar na área de Desenvolvimento Tecnológico e Científico, conforme Lei Estadual n° 5980, de 1996, e Decreto Estadual n° 3876 de 2000.

Saiba mais sobre a visita do Programa Abrace o Marajó na BioTec-Amazônia AQUI.

Texto: Sílvia Leão (Ascom/Biotec-Amazônia)